27 junho 2016

Abóbora Japonesa Assada com Ervas e Mel


Olá amores e amoras, hoje trago uma receitinha que vive passando pela minha cozinha mas que ainda não tinha trazido para vocês, deliciosa prática, rápida um acompanhamento supimpa para carnes grelhadas ou assadas.

Essa abóbora japonesa assada com ervas e mel pode ser feita até por pessoas que não tem prática ou não gostam de se aventurar na cozinha, pois seu preparo é muito simples.

As ervas você pode usar o que quiser vou colocar como sugestão as que usei dessa vez, mas uso sempre o que a minha hortinha tem de melhor já que as vezes fico sem algumas pois de tempos em tempos preciso renová-las.

O mel confere um sabor indescritível ao prato, mas se preferir pode fazer sem se seu paladar não é agridoce, mas ó eu recomendo viu!!

Dessa vez esqueci de colocar pétalas de cebola, mas sempre coloco.

Pimenta fica muito bom mas não coloquei dessa vez.

Está vendo como é uma receita muito versátil? Corre preparar e se delicie.

Não colocarei quantidade pois cada um faz a quantidade necessária para sua família.

Ingredientes:
Abóbora japonesa em fatias com casca
Mel
Dentes de alho com casca
Ervas frescas (usei tomilho, salvia e alecrim
Sal (usei sal grosso moído na hora)
Cebola em pétalas
Pimenta a gosto (pode ser sriracha, do reino, branca, mix de pimenta)
Azeite

Modo de preparo:
Unte uma forma com azeite, besunte as fatias de abóbora com mel coloque na forma e por cima espalhe as ervas, os dentes de alho e a cebola, borrife azeite por cima das fatias, faça uma ligeira fricção das ervas com o azeite para soltar o seu aroma.

Leve ao forno para assar coberto com papel alumínio por aproximadamente 40 minutos ou até estar macia.

Remova o papel aluímio e deixe até corar ou a seu gosto.

Sirva a seguir.




Leia mais...

23 junho 2016

Bolo de Coco



E nossa ciranda de receitas continua animada estamos na quarta rodada e com mais participantes chegando então bora cirandar mais um pouco e a minha visita de hoje nos traz um bolo de coco e é uma amiga arretada que gosto muito. A Teresa Newman tem um blog do jeitinho que eu gosto o Teretetê na cozinha bem recheado de delicias, deliro nos bolos, um mais gostoso que outro, queria ser sua vizinha para tomar café todas as tardes com ela, rsrsrs.

Aliás falei para a Tere que se tivesse tempo iria para lá para comer o bolo que ela nos oferece!! 

Não deixem de conferir no final da receita as postagens dos blogs participantes.

Texto e foto Teresa Newman

"Da licença Aninha! Feliz em está por aqui participando da ciranda de receitas dessa vez você sendo o meu par. Trago uma receita de bolo de coco bem molhadinho para você repartir com suas leitoras e já deixo o convite pra passarem no Teretetê que lá tem comidinha da boa By Ana Claudia na cozinha"

Bolo de coco 


Ingredientes

Bolo

03 ovos

02 xícaras de (chá) de açúcar

½ xícara de (chá) de óleo

01 (xícara) de chá de leite

50 gramas de coco ralado

02 xicaras de (chá) de farinha de trigo

01 colher de (sopa) de fermento em pó

Calda

50 gramas de coco ralado

200 ml de leite coco

200 ml de leite condensado



Modo de fazer:

No liquidificador bata os ovos com o açúcar, o óleo e o leite.

Coloque a mistura em uma bacia e adicione o coco, a farinha e por último o fermento misturando com uma colher.

Despeje em uma forma de 22cm de diâmetro untada e enfarinhada e leve ao forno preaquecido a 180° por aproximadamente 40 minutos ou até que faça o teste do palito e o mesmo saia limpo.

Enquanto o bolo assa misture o leite de coco com o leite condensado e reserve.

Depois do bolo pronto fure com um garfo e despeje a calda e polvilhe o coco ralado.

Sirva o bolo morno ou frio.





http://aboboramenina-cristina.blogspot.com.br
http://www.anaclaudianacozinha.com/
http://www.andreaquitutes.com/
http://www.artenacozinha.com
http://www.artesdamel.com.br
http://www.brisandonacozinha.com
http://www.casacoisasesabores.com.br/
http://cozinharehpreciso.blogspot.com.br
http://dannielype.blogspot.com.br/
http://www.leiliane.com.br
http://www.menucriativo.com/
http;//www.nacozinhabrasil.com
http://ohhceuss.blogspot.com.br

Leia mais...

20 junho 2016

10 Receitas Doces e Salgadas com Milho Verde



Olá amores e amoras hoje trago uma seleção de receitas com milho verde desde a dica de como preparar milho verde igual aquele da praia, pão de milho verde e bolo preparado com bagaço para não desperdiçar quando preparar curau!

Não deixe de conferir as sugestões abaixo, tem muita coisa boa aproveite que estamos em época de festa junina e prepare as delícias que separei para vocês!

O milho verde tem data de comemoração nacional, dia 24 de maio vocês sabiam?


Receitas salgadas:










Receitas Doces:














Leia mais...

16 junho 2016

Cupcake de Maçã e Passas


Hoje é dia de Ciranda de Receitas essa é minha segunda participação e meu par dessa semana
 é a Gina do NaCozinha um blog que admiro muito, cheio de delícias; relatos e textos incríveis, sensíveis; flores, muitas flores 

A festança da ciranda está animada e essa semana temos novas participantes não deixe de conferir no final da postagem o que cada uma está trazendo de gostoso.

A Gina nos oferece a receita de um delicioso Cupcake de maça e passas de dar água na boca.

Texto e foto: Gina

"Adoro tudo que é feito em pequenas porções, como muffins, madeleines, cupcakes, miniquiches, petiscos. São saborosas miniaturas, que conquistam o olhar e são servidos de forma individual. 

Que tal um cupcake de maçã para adoçar o seu dia?"

Cupcake de maçã e passas:

50 g de manteiga em temperatura ambiente
50 g de açúcar
1 ovo
60 g de farinha de trigo
1 colher (café) de canela
1 maçã pequena ralada
25 g de passas
1 colher (café) de fermento em pó

Preparo:

Misture farinha e canela e reserve.
Bata manteiga e açúcar até ficar um creme, adicione o ovo, sempre batendo. Reduza a velocidade e acrescente a farinha com canela. Desligue e misture maçã e a maior parte das passas, reservando algumas para decorar. Por último, acrescente o fermento. Leve ao forno em forminhas de papel, dentro de formas de alumínio próprias para bolinhos. 
Utilize forno preaquecido a 180° por 15 a 20 minutos. Faça o teste do palito. Rende 4 cupcakes grandes.
Use a cobertura desejada. Nesse caso, usei um marshmallow, embora tenha preferência por uma mistura de creme de confeiteiro com chantilly. Polvilhe canela e decore com passas.

Não deixe de conferir as outras participantes:


Leia mais...

13 junho 2016

Creme de Feijão Branco com Linguiça e Páprica


Com essse frio que está fazendo o que mais procuramos são comidas que aquecem o corpo e a alma e essa sopinha é tudo isso e muito mais, além do que a páprica faz toda diferença no sabor. 

Não deixe de preparar esse creme de feijão branco com páprica e linguiça que vem lá do fofo e delicioso  Artes da Mel da minha amiga querida do coração Mel Martins.

Preparei essa sopinha em um almoço tranquilo pois estive em férias do trabalho alguns dias em maio.

Igredientes:
1 xícara de chá de feijão branco
2 batatas grandes (usei uma bem grande)
1 cebola pequena picada
1 dente de alho (usei tempero multi uso)
1 gomo de linguiça portuguesa em cubos (usei calabresa)
2 colheres de sopa de azeite
1 1/2 litro de água;
1/2 taça de vinho branco seco (não usei, não tinha)
Sal 

Pimenta a gosto
Cebolinha a gosto
2 colheres de chá de páprica picante (usei defumada)

Modo de preparo:
O feijão branco precisa ficar de molho no mínimo 12 horas. (Já tinha pronto e cozido no freezer, pulei essa etapa)

Cozinhe o feijão na pressão
 até ficar macio, acrescente a batata picada, cebola, o alho (tempero) e deixe cozinhar por mais 15 minutos ou até a batata estar macia (não requer mais pressão)

Bata o feijão com o mixer ou no liquidificador (muito cuidado pois estará muito quente, faça aos poucos).

Aqueça o azeite em uma panela, frite a linguiça. Reserve um pouco.

Acrescente o vinho branco e mexa até evaporar. Coloque o feijão branco batido, acerte o sal e aqueça.

Se ficar muito grosso coloque mais água até atingir o ponto desejado.

Na hora de servir coloque a páprica picante, a cebolinha e a linguiça.

Aqui neste link tem um festival de várias sopas, caldos e cremes para aquecer no inverno.





Leia mais...

12 junho 2016

4º Encontro de Blogueiros de São Paulo e Interior

Olá amores e amoras, no dia 9 de abril participei de mais uma edição do Encontro de Blogueiros de São Paulo e Interior.

Um evento onde podemos reencontrar amigos queridos e conhecer novos.

A mesa de blogueiros é o destaque do dia, cada blogueiro leva um prato e assim todos podem provar os quitutes e temperos, esse ano estava de arrasar, coisas deliciosas e lindas, levei minha famosa torta de liquidificador, esse ano com recheio de palmito (novamente acabou rapidinho... rsrs), recebi muitos recadinhos que estava deliciosa, que o tempero estava ótimo, é tão gostoso ouvir palavras de carinho e mostrar o que sabe fazer.






Os expositores estavam otimos, doces finos, coco, cafés, queijos, potes de plásticos, vinagres, sucos, cidre, pão de queijo, mimos para festa, supermercado, produtos para confeitaria, pratos de bolos e mimos de festa,








Acabei optando por não fazer workshops para poder curtir mais os amigos e não me prender no tempo.

Gostaria de parabenizar as organizadoras, Sadhia Hage, Somony Fragoso e Cassia Sofiatti e todas as empresas que participaram pelo desempenho em fazer um delicioso encontro.

Abaixo as empresas que estavam com stands apresentando seus produtos.

E não poderia deixar de faltar as fotos cazamigas né que para mim é o melhor, poder estar com pessoas tão queridas sinceramente, o melhor momento é podes estar com eles.

Foi uma tarde incrível e agradável com muitas risadas.





Fui sorteada duas vezes!!!!

Fotos dos kits que recebemos, foram mais de 30. as meninas se superaram!





Leia mais...

09 junho 2016

Escondidinho de Mandioca com Bacalhau


"Uma receita boa para saborear no jantar do Dia dos Namorados para quem vai ficar em casa". Palavras da minha querida amiga Andréa do Quitutes da Andrea  e concordo plenamente ótima dica se você não vai sair para comemorar. 

Esse escondidinho de mandioca com bacalhau pode ser preparado com antecedência e só colocar no forno na hora de servir para curtir seu amor por mais tempo.

Essa receita foi preparada pela Andréa e é inédita  para nossa participação na Ciranda de Receitas a convite da querida Lylia do SImples Assim  que consiste em compartilharmos com nossos leitores receitas das amigas blogueiras e funciona da seguinte forma: A Lylia sorteia pares de participantes e uma publica a receita da outra. 

,Não deixe de conferir no final da postagem os outros blogs participantes.

*Texto e fotos de Andréa Santana.

Ingredientes:
500g de mandioca
200 ml de leite
1 colher (sopa) de manteiga
sal a gosto
100g de requeijão cremoso

Recheio:
400g de lascas de bacalhau dessalgado 
2 tomates sem as sementes picados
1 cebola média picada 
2 colheres (sopa) de azeite
salsinha a gosto
10 azeitonas pretas picadas
100g de requeijão cremoso
queijo mussarela ralado a gosto


Modo de preparo:
Purê:
Descasque a mandioca, corte em pedaços, cozinhe em água e sal até amolecer.
Escorra a água e passe a mandioca ainda quente no espremedor ou bata no liquidificador junto com o leite. 

Coloque em uma panela de fundo grosso, junto a manteiga e o requeijão cremoso, deixe no fogo até formar um purê. (Caso precise acrescente mais um pouquinho de leite).

Recheio:
 Aqueça uma panela com azeite, refogue a cebola, junte os tomates picados, o bacalhau, a salsinha e as azeitonas picadas. Deixe refogar por alguns minutos. Retire do fogo e acrescente o requeijão cremoso, misture e reserve.

Unte um refratário pequeno com manteiga ou em porções individuais ramekins de (200 ml). 

Coloque um pouco do purê, espalhe e em seguida acrescente o recheio  junto com o queijo mussarela ralado. Cubra com o restante do purê e polvilhe queijo ralado. Leve ao forno preaquecido 200°C, por 15 a 20 minutos ou até dourar um pouco. 

Sirva a seguir. 

Leia mais...

07 junho 2016

Entrevero de Pinhão



Olá amores e amoras aproveitando a safra dessa vez provamos o entrevero de pinhão, um prato a base de carnes e pinhão com sabor marcante, comida típica do sul do país e a receita veio lá do NacoZinha a receita original está aqui, pois acabei fazendo algumas alterações.

Aqui em casa amamos comidas típicas, regionais, rústicas ou caipiras temos várias receitas desse tipo no blog.

Ingredientes:
300 gramas de pinhão cozido e descascado (aproximadamente 500 gramas de pinhão com casca)
1/2 pimentão picado em cubos pequenos (pode ser verde, vermelho ou amarelo)
500 gramas de carne seca em cubos (charque)
250 gramas de linguiça calabresa em fatias
100 gramas de bacon picado
250 gramas alcatra ou coxão mole em cubos
1 cebola picada
1 tomate picado (opcional)
2 colheres de sopa de azeite
Tempero multi uso (opcional)
Sal

Modo de preparo:
Deixe a carne seca de molho por 24 horas cozinhe e reserve.
Em uma panela tipo wok ou frigideira grande coloque o bacon e o azeite e frite até dourar
Na sequência coloque e vá fritando a alcatra, a linguiça e a carne seca.
Acrescente o tempero, a cebola, o pimentão, o tomate. mexa sempre, acerte o sal se necessário. 
Por último o pinhão misture bem, deixe mais um pouco para tomar gosto mexendo sempre.
Sirva com arroz e farofa.



Para a temporada de pinhão temos as seguintes receitas:
Leia mais...

03 junho 2016

Farofa de pinhão


Olá amores e amoras, sumi novamente não é? Mas volto com uma receitinha simples de farofa de pinhão de sabor surpreendente.

O pinhão é um ingrediente coringa onde coloco dá um toque especial, essa farofa ficou sensacional, úmida e saborosa na medida certa. Recomendo que prepare rapidinho, pois a temporada de pinhão logo chega ao fim.

Essa farofa de pinhão já entrou para nosso cardápio anual.

Ingredientes:
2 xícaras de pinhão cozidos descascados e picados
1/4 de pimentão picado (usei vermelho)
1 cebola picada (usei meia roxa e meia branca)
1/4 xícara de chá manteiga de garrafa (ou comum)
1 1/2 xícara de chá de farinha de mandioca torrada
80 gramas de bacon picado em cubos pequenos
Alho picado a gosto ou tempero multi uso
1 tomate picado em cubos
1/2 pimenta dedo de moça picada sem sementes e sem a parte branca
Pimenta do reino moída na hora
Cebolinha picada
Sal




















Modo de preparo:
Aqueça uma frigideira e frite o bacon na sua própria gordura, quando estiver dourado coloque um pouco de manteiga de garrafa e na sequência vá refogando: cebola, alho, tomate, pimenta, pinhão agora deixe mais um pouco de tempo para o pinhão pegar bem os sabores do refogado. Acrescente o pimentão, refogue rapidamente.

Coloque a farinha de mandioca, pimenta do reino, sal a gosto, o restante da manteiga, mexa bem deixe até dourar a farinha, desligue o fogo e coloque a cebolinha.

Sirva a seguir.

Se gosta de pinhão, conheça esse estrogonofe de carne com pinhão que ficou de comer rezando.






Leia mais...

25 maio 2016

Um giro pela cozinha filipina

O vasto arquipélago do Sudeste Asiático, no Oceano Pacífico, com mais de sete mil ilhas, tem uma riqueza gastronômica que misturou ao longo do tempo, a cozinha oriental, baseada na agricultura, com elementos ocidentais agregados por imigrantes oriundos da Espanha, México, Estados Unidos, Índia, Coreia do Sul e Japão.  Podemos definir, então, a culinária filipina como de origem malaio-polinésia com nuances americana, europeia e asiática. 


Foto: Reprodução

Os pratos foram criados usando ingredientes locais adaptados aos costumes de imigrantes e assim a cozinha filipina foi adquirindo identidade própria. As receitas vão desde preparações simples com peixe e arroz até pratos mais elaborados, como paellas e cozidos (de influência espanhola e portuguesa respectivamente).

Entre os pratos mais populares estão o Adobo (carnes ou frutos do mar marinados em vinagre e temperos); Tapa (carne fatiada curada e frita); Léchon (o porco inteiro assado);  Kare-kare (cozido de carne com manteiga de amendoim); Crispy pata (pata do porco frita);  Pancit (noodles); Sinigang (sopa de carne, frango ou frutos do mar com tamarindo); Lumpia (rolinhos primavera); e Leche flan (pudim de leite). Entre as bebidas, Buko shake, feita com pedaços de coco;  Lambanog, um vinho de coco forte como rum; e Suco de calamansi, um tipo de limonada.


Foto: Reprodução

Entre os ingredientes locais comuns usados na culinária estão o arroz, o coco, os peixes e frutos do mar, as carnes de porco e galinha, o calamansi (uma fruta cítrica parecida com limão rosa, muito comum nas Filipinas), saba (uma espécie de banana), manga, entre outros usados de maneira bem diferente do que habitualmente costumamos degustar. A comida filipina é menos picante do que a de seus vizinhos, como a Tailândia por exemplo.


Foto: Reprodução

Os filipinos comem arroz nas principais refeições, inclusive no café da manhã. Outra iguaria irresistível – o polvoron é uma espécie de bolo seco (ou biscoito), de origem espanhola, bastante apreciada. Ainda no café da manhã são servidas as longganisas, pequenas salsichas e entre as frutas, a manga é a mais comum. 

Nas refeições principais, o Adobo, um dos pratos mais conhecidos da cozinha filipina, tem influência espanhola. É um cozido de carne de galinha, porco ou frutos do mar marinados em vinagre, molho de soja e temperos (‘adobar’, em espanhol quer dizer ‘marinada’). 
Outro prato filipino bem diferente é o Coração de banana cozido no leite de coco (Ginataang Puso ng Saging). A ponta da flor de bananeira é consumida como vegetal e fica deliciosa nessa mistura com leite de coco.


Foto: Reprodução

Uma observação interessante sobre os talheres nas mesas filipinas. O uso de garfo e faca é substituído pelo garfo e colher. Isso se explica pelo grande número de guisados com caldo no cardápio culinário do país. É comum também em áreas menos urbanizadas ver os nativos fazendo as refeições com as mãos – essa prática é conhecida como ‘kamayan’.

O potencial turístico das Filipinas fez com que se destacassem e fossem reconhecidos internacionalmente, além da culinária, excelentes restaurantes e chefs. Tanto nas cozinhas do arquipélago como atuando no resto do mundo eles comprovam talento e criatividade.
Pampanga, norte de Manila é a capital gastronômica das Filipinas. Neste lugar mora um dos mais famosos chefs do país - Claude Tayag, que além de chef de cozinha é um grande artista e escritor. Ele é um mestre nas iguarias ‘Culinária Pampang’, um tipo de comida com temperos mais fortes e ingredientes exóticos, diferentes do resto de outros locais filipinos.  Tayag diz que o segredo da gastronomia filipina está no equilíbrio entre os sabores salgado, doce, ácido e amargo.

Foto: Reprodução

O Centro de Estudos de Cozinha Asiática, localizado em Manila (capital das Filipinas) é uma renomada escola do chef Gene Gonzalez. Há mais de 15 anos forma profissionais em gastronomia. O importante chef explica que a gastronomia filipina revela os sabores de diferentes pratos das mais de 7 mil ilhas que compõem o arquipélago e também afirma que o objetivo da cozinha filipina é mostrar os ingredientes no seu estado mais puro.

Vale mencionar Roland Reparejo, o chef filipino que fez muito sucesso nos Estados Unidos. Trabalhou por mais de três décadas em cozinhas norte-americanas renomadas, e, depois de aposentado, ainda se destacou como campeão de poker do WSOP (World Series Of Poker), conquistando um bracelete de ouro e mais de 80 mil dólares em premiações neste que é um dos mais importantes torneios mundiais do poker.

Outro chef filipino que ocupa atualmente as páginas das notícias é Björn DelaCruz, do restaurante Manila Social Club, Brooklyn, Nova York. Ele criou a sobremesa mais cara do mundo – a Golden Cristal Ube – trata-se de um donut com cobertura de ouro 24 quilates e champagne. O chef faz uma releitura luxuosa e nada comum para o clássico doce americano – a massa e o recheio são preparados com inhame roxo.   


                                                       Foto: Reprodução

Depois de dar um giro pela culinária das Filipinas, nada mais justo do que sentir os sabores dos pratos maravilhosos do lugar preparando a receita de Adobo de Carne de Porco:

Ingredientes:
900 gramas de lombo de porco
2/3 xícara de molho de soja
2/3 xícara de Vinagre
1 folha de louro
1 cebola
Alho a gosto
Sal e pimenta do reino a gosto
1 e ½ colheres (sopa) de açúcar

Modo de Preparo:
Corte a carne de porco em cubos de aproximadamente 5 cm. Leve para a panela e adicione todos os temperos. Doure a carne em fogo alto e complete com um pouco de água fervente.
Tampe a panela, reduza o fogo e cozinhe por 30 minutos, mexendo se necessário. Prove os temperos, veja se está macia e sirva com arroz branco e legumes.

Espero que tenham gostado de saber um pouco sobre a cozinha filipina.

Até a próxima.



Leia mais...