LOGODO


recentes

POSTAGENS

Salada de Frango com Feijão Fradinho



 Que tal uma salada cheia de sabores e texturas?  É o que você encontra nessa Salada de Frango com Feijão Fradinho.

Estava com um pouco de feijão fradinho congelado e precisava usar e como sempre mantenho um pouco de frango desfiado no freezer juntei mais algumas coisinhas e se transformou nessa salada nutritiva que pode até ser servida como prato único se estiver muito calor.

Ingredientes:
2 xícaras de chá de feijão fradinho cozido
2 xícaras de chá de frango cozido e desfiado
2 tomates picado em cubos
1 cebola roxa picada em cubos
1 talo de salsão picado
Azeitona verde picada a gosto
Castanha do pará picada a gosto
Orégano fresco ou seco a gosto
Cebolinha picada
Azeite
Limão
Mostarda em grãos
Sal
Pimenta do reino moída na hora

Modo de Preparo:
Misture todos os ingredientes e tempere. Deixe tomar gosto por meia hora e sirva.

Dá uma olhada nessas receitas que utilizam feijão fradinho:

Virado de feijão fradinho

Baião de dois

Bolo de Limão com iogurte

 

Nada melhor do que um cafezinho com bolo não é?  Esse bolo de limão com iogurte é saboroso, fácil e rápido de preparar e ainda por cima sem trabalho algum pois não precisa nem de liquidificador pode ser batido na mão mesmo que dá super certo.

Estava com vontade de um bolo  gostoso e fácil e precisava usar limão que estava na geladeira.

Lembrei dessa receitinha maravilhosa pois resulta em um bolo simples e muito saboroso.

Vamos à receita:

Bolo fácil de limão
Ingredientes:
4 ovos
1 pote de iogurte natural
1 ½ xícara de chá de açúcar refinado
Raspas de 1 de limão tahiti
1 colher de sobremesa de suco de limão
½ xícara de chá de óleo de canola
2 xícaras de chá de farinha de trigo
1 colher de sopa de fermento em pó
Modo de Preparo:
Em um bowl coloque os ovos em temperatura ambiente e bata com um fuê e acrescente o iogurte, coloque o óleo, o limão, as raspas, mexa bem, coloque a farinha de trigo e o fermento peneirados. misturando tudo muito bem.

Claro que se preferir pode colocar no liquidificador e bater. (menos farinha e fermento, coloque em um bowl e misture tudo colocando na forma untada.

Coloque em forma de buraco untada e enfarinhada, leve ao forno preaquecido até dourar. Cerca de 30 minutos.

Retire da forma e se quiser coloque açúcar gelado ou de confeiteiro peneirando para dar um ar bonito.

Se quiser preparar seu próprio iogurte para fazer esse bolo e outras guloseimas ou mesmo para comer com geleia, frutas, aveia acesse o blog da Ari que ela tem um super post sobre isso:
Clique e confira: a casa encantada - receita de iogurte



Pudim Pina Colada (coco com abacaxI)


No verão a preferência e busca por receitas de sobremesas mais leves e geladinhas é unânime por isso esse pudim pina colada (que nada mais é coco com abacaxi) cai como uma luva e a combinação de coco e abacaxi é perfeita.

O nome desse pudim é uma alusão a famosa bebida de Porto Rico a Pina Colada que é preparada com leite de coco, abacaxi e rum.

O bom é que pode ser preparado com antecedência se for receber convidados ou servir para a própria família pois é só montar na hora e servir ou mesmo deixar montado, mas bem embalado com plástico film para não ressecar.

Receita fresquinha que vai te conquistar na primeira mordida.

Vamos à receita:

Pudim Pina Colada (Coco com Abacaxi ao Vinho)
Ingredientes:
1 lata de leite condensado
A mesma medida da lata de leite
1 vidro de leite de coco ou 200 ml de leite de coco caseiro
3 ovos
1 xícara de chá de coco fresco ralado (ou coco seco hidratado)
Modo de Preparo:
Bata todos os ingredientes no liquidificador, despeje em uma forma com buraco no meio untada com óleo, cubra com papel alumínio e leve para assar em banho maria com forno médio pre aquecido  por cerca de 90 minutos mais ou menos (depende de cada forno)

Deixe esfriar e desenforme.

Adaptado daqui.


Abacaxi ao Vinho:
Ingredientes:
2 xícaras de chá de abacaxi picado
1 xícara de chá de açúcar
1/2 xícara de chá de vinho branco seco
1 xícara de chá de água
Modo de Preparo:
Leve ao fogo todos ingredientes e deixe cozinhar até o abacaxi estar bem cozido, cerca de 25 minutos dependendo de cada fogão.

Deixe esfriar.

Arrume o abacaxi em volta do pudim e coloque no centro, Leve à geladeira.

O que sobrou foi a mesa em outro recipiente para quem quisesse colocar mais.

Esse abacaxi pode ser servido com bolos, como recheio de bolo, com sorvetes.

dá uma espiada nessa panna cotta de coco com abacaxi e nessa gelatina de abacaxi, receitas de sobremesas fresquinhas e saborosas com abacaxi, ahhh tem mais esse bolo com abacaxi ó: naked cake de abacaxi






Ragú de Linguiça

ragu de linguiça ana claudia na cozinha receita da rita lobo
 Essa receita de ragú de linguiça vem lá do Cozinha Prática  da Rita Lobo.

Ragú é um molho cozido lentamente preparado com legumes (cenoura e salsão), vinho tinto e pode ser com carne bovina, suína ou linguiça, originalmente a carne é picada na ponta da faca.

Esse molho foi muito apreciado em casa e foi servido com uma boa massa e tivemos um almoço de domingo maravilhoso e uma parte ainda foi para o freezer para uma próxima refeição, economia doméstica  é sempre muito importante como já falei diversas vezes por aqui.

É muito fácil de preparar só é necessario um tico de paciência  para o seu cozimento perfeito.

Sirva com polenta mole, arroz, massas, sanduíches.

Vamos à receita:

Ragú de Linguiça
Ingredientes:
1/2 quilo de linguiça calabresa fresca (usei toscana)
2 latas de tomate pelado em cubos
1 cenoura pequena ralada no ralo fino
1/2 talo de salsão sem as folhas (se for congelado use metade) cortado em cubinhos
1 cebola pequena picada
2 dentes de alho picados ou amassados
1/4 xícara de chá de vinho tinto
1/2  xícara de chá de água
Azeite a gosto
1/2 colher de chá de semente de erva-doce
1 folha de louro
1 ramo de manjericão
Sal
Pimenta-do-reino moída na hora a gosto

Modo de preparo:
Deixe a linguiça em temperatura ambiente.

Retire a pele dos gomos de linguiça e descarte, desmanche-a em pedaços menores, se quiser remova os pedaços maiores de gordura.

Aqueça uma panela com fogo médio, coloque 1 colher de azeite e doure a linguiça em partes (colocando tudo de uma vez vai cozinhar ao invés de dourar). mexa de vez em quando. reserve o que for dourando e coloque azeite a casa nova leva de linguiça.

Nessa mesma panela coloque mais 1 colher de sopa de azeite, junte a cebola, coloque uma pitada de sal e refogue até murchar, acrescente a cenoura e o salsão raspando o fundo pra tirar os queimadinhos por mais ou menos 3 minutos, coloque o alho e a erva doce refogando rapidamente.

Coloque a linguiça dourada, regue o vinho, misture e deixe secar. acrescente o tomate pelado com o líquido, a água, o louro e misture bem, cozinhe em fogo alto até ferver.

Abaixe o fogo e deixe cozinhar com a tampa da panela entreaberta por 1 hora ou até o molho encorpar, coloque o manjericão e deixe cozinhar mais 10 minutos. Acerte o sal e a pimenta.

ragu de linguiça ana claudia na cozinha

Obs: a quantidade que está listada nos ingredientes é a metade da receita original.

molho de tomate ragu de linguiça cozido lentamente

Se preferir você pode preparar seu próprio tomate pelado, tem receita da A Casa Encantada Aqui.




Pão de Cebola de Liquidificador

Esse é o melhor pão de cebola de liquidificador que já comi na vida e tenho certeza que você também vai amar.

Pão fácil de preparar, sabor de cebola na medida certa, bem suave, massa facílima de manusear, fica bom recheado, simples para comer com manteiga ou requeijão, fazer sanduíches, com patês, como o sabor não é acentuado é muito versátil.

Preparei alguns sem recheio, com presunto e queijo e com salsicha, tomate, cebola e pimentão.

Temos várias receitas de pão no blog. só digitar pão na pesquisa.

Não existe aroma melhor do que sentir o cheirinho de pão caseiro assando na sua cozinha.

Congela muito bem.

Vamos à receita:

Pão de Cebola de Liquidificador:

Ingredientes:
1/2 litro de leite morno
1 colher de sopa de fermento seco para pão
1 cebola grande picada
3 ovos
200 ml de óleo (usei de girassol)
1 colher de sopa de açúcar
1/2 colher de sopa de sal
1 1/2 quilo de farinha de trigo (aproximadamente)

Modo de preparo:
Bata no liquidificador o leite, a cebola, os ovos, o óleo, o açúcar e o sal.

Coloque em uma bacia aproximadamente 800 gramas de farinha de trigo e o fermento e misture bem.

Adicione a mistura do liquidificador, mexa bem e vá acrescentando aos poucos o restante da farinha, cuidado para não colocar demais e a massa ficar pesada.

Sove muito bem até a massa ficar lisa.

Deixe descansar em local fechado e coberto com um pano até dobrar de volume.

Faça as bolinhas e deixe dobrar novamente de tamanho em assadeira untada. (ou o formato que desejar, com salsicha fiz pãezinhos compridos)

Se for rechear essa é a hora, coloque o recheio e deixe crescer.

Depois de crescido passe gema de ovo por cima e se gostar salpique orégano, parmesão ou pedacinhos de muçarela, gergelim também fica muito bom.

Leve para assar em forno pre aquecido e deixe até dourar, aproximadamente 30 minutos, mas depende muito de cada forno.

Retire do forno, deixe esfriar 5 minutos e se possível coloque em grade para ele não esfriar sem suar.

Aprecie sem moderação.

depois de crescidos, pronto para assar

assados

sem recheio e com presunto e queijo

recheado com salsicha, tomate, cebola e pimentão










Calda de Morango


Preparei essa linda calda de morango para servir com sorvete mas ela é perfeita com panna cotta, pudim, manjares, rabanadas, bolos, queijos ou onde sua imaginação te levar.

Aproveitei que tinha morangos congelados no freezer e preparei para receber visitas.

Receita rápida e simples de ser preparada, o único trabalho é tirar a espuminha que se forma na hora do cozimento.

Vamos à receita:

Calda de Morango
Ingredientes:
2 caixas de morango (4 xícaras cortados e lavados)
¾ de xícara de chá de açúcar
½ xícara de chá de água
1 colher de sopa de suco de limão
Modo de Preparo:
Coloque em uma panela de fundo grosso a água e o açúcar em fogo médio mexendo sempre até dissolver. 

Coloque metade dos morangos e amasse-os com um garfo ou espremedor de batatas.

Abaixe o fogo assim que ferver conte 7 minutos mexendo de vez em quando.

Acrescente o restante dos morangos, o suco de limão e ferva de 15 a 25 minutos até chegar a consistência que mais lhe agrada.

É importante remover a espuma que vai se formando na superfície.

Coloque em potes de vidros e conserve na geladeira 

Para esterilizar vidros corretamente sugiro que leia esse post AQUI

Fonte: diga maria



Costelinha de Porco com Cerveja Preta

 Assar carnes com bebida alcoólica é sempre sinônimo de sabor e maciez. Essa costelinha suína com cerveja preta é maravilhosa com camadas de sabores espetaculares e fica tão macia que o osso sai da carne facilmente.

Gosto muito de preparar carne assada  para o almoço de domingo pois geralmente almoçamos tarde virando almojanta com uma certa frequência. rsrs.

Essa costelinha combina muito bem com saladas, arroz branco, fritas.

O melhor desse tipo de assado é que a sobra (reaproveitamento) pode virar outros pratos como sempre comento com vocês e dá para transformar em outras refeições como sanduíches, escondidinhos, molho para macarrão, arroz de forno, bolinhos ou o que sua imaginação criar.

Congela muito bem, pois as sobras foram para o freezer e depois viraram recheio de sanduíche.

Vamos a receita:

Costelinha de Porco com Cerveja Preta

Ingredientes:
1 quilo de costelinha de porco
Sal a gosto
Tempero caseiro ou alho (opcional)
Suco de 1 laranja (opcional)
Pimenta do reino a gosto
150 gramas de bacon cortado em cubos
2 cebolas cortadas em tiras
1 colher de sopa de extrato de tomate
500 ml de cerveja preta
1 folha de louro

Modo de preparo:
Tempere a costelinha com sal, pimenta e tempero ou alho (opcional) e deixe marinando de 4 a 6 horas (opcional, prefiro sempre marinar carne de porco antes do seu preparo).

Aqueça uma frigideira ou panela grande e doure a carne dos dois lados. Reserve.

Nessa panela frite o bacon, a cebola adicione o extrato de tomate, a cerveja e a folha de louro, coloque a costela e deixe cozinhar por 15 minutos com a panela tampada.

Enquanto isso aqueça o forno a 180 graus.

Coloque o molho e a carne em uma forma fechando com papel alumínio, leve ao forno por aproximadamente 2 horas ou até que esteja macia e assada, vire na metade do tempo.

Sirva com o molho por cima.

OBS:Preparei metade dessa receita.



Receita adaptada de: https://www.tastemade.com.br/



Ceviche de Saint Peter












 Ceviche é um prato tipico peruano que amo de paixão simples de preparar do jeito que eu gosto e além do mais muito saboroso além de ter inúmeras versões mundo afora.

O peixe é marinado com limão ou outro cítrico e a combinação do frescor da salsinha e a cebola roxa fica excelente, um prato que combina muito bem com o verão brasileiro.

Usei nessa receita filé de saint peter que era o que estava mais fresco na peixaria naquele momento,, mas pode ser usado vários tipos de peixe de carne firme, e você gosta desse prato delicioso?

Vamos á receita:

Ceviche de Saint Peter

Ingredientes:
400 gramas de Saint Peter o mais fresco possível (tilápia, robalo, linguado)
2 limão tahiti - suco (usei limão rosa)
Pimenta dedo de moça picada a gosto
Salsinha picada (ou coentro)
Sal
Pimenta do reino moída na hora
Gengibre picado bem miúdo (opcional)
1 cebola roxa cortada em meia lua

Modo de preparo:

Corte os filés em cubos pequenos, misture os ingredientes e leve a geladeira por uma hora ou até o peixe ficar esbranquiçado, sirva a seguir.

OBS:
Caso necessário utilize mais limão pois o peixe precisa ficar em contato com o suco.

Pode ser utilizado metade de limão tahiti e metade de limão siciliano se preferir.




























































Arroz com Costelinha de porco

 Aqui em casa somos muito fãs de comida caipira, regional, da roça e se for preparada no fogão à lenha, fica ainda melhor, fiquei algum tempo sem cozinhar no meu fogão à lenha mas como precisava cozinhar feijão, grão de bico e feijão branco para congelar pois esse itens facilitam demais nossa vida corrida. acendemos e preparei essa delícia de arroz com costelinha.

A combinação da costelinha com a linguiça deixa o arroz  muito saboroso e aromático e fazer no fogão convencional não vai alterar o sabor.

Ingredientes:
2 xícaras de arroz
500 gramas de costelinha de porco
2 linguiças calabresa fina em fatias
1/2 cebola picada
2 folhas de louro
Alho ou tempero caseiro
1 laranja (suco)
30 ml saquê mirim (opcional)
1/2 pimentão vermelho
Banha de porco (ou óleo)
pimenta vermelha picada bem miúdo
Cheiro verdeSal
Modo de preparo:
Primeiro tempere a costelinha e deixe marinando por algumas horas na geladeira:
Em uma tigela coloque o saquê, a laranja, o tempero caseiro ou alho, sal se necessário (ou tempere a seu gosto).

Aqueça uma panela e coloque um pouco de banha (ou óleo) e coloque as costelinhas para fritar até dourar, no meio do processo coloque a marinada para pegar mais sabor.

Acrescente a calabresa, frite um pouco, na sequência a cebola, tempero, pimentão, pimenta e por último o arroz, mexa bem, coloque água, se necessário acerte o sal, coloque a tampa semi tampada, deixe cozinhar assim até o arroz estar com pouca água, tampe e deixe terminar de cozinhar. Se necessário acrescente mais água.

Deixe descansar 10 minutos antes de servir e salpique cheiro verde picado grosseiramente.

Se quiser mais receitas com arroz nesse link você vai encontrar inúmeras receitas uma mais gostosa que a outra: Clique aqui: Arroz









Cream Cheese de Castanha de Caju



https://upload.wikimedia.org/wikipedia/commons/9/97/Castanha_de_Caju.jpg 

Fugindo de pratos e receitas tradicionais, hoje vamos falar e mostrar um pouco do que é o Veganismo. Além disso, também vamos conhecer uma receita vegana que pode ser muito útil para quem adere essa forma de vida e busca um complemento para qualquer refeição do dia.

Antes de mais nada: o que é o Veganismo? Segundo o site britânico The Vegan Society, que é uma organização que existe desde 1944, o Veganismo é um estilo de vida que busca excluir o máximo possível de forma prática, toda forma de exploração e crueldade com os animais por conta de comida, roupa e qualquer outro tipo de uso.

Tal estilo de vida já conquistou diversos tipos de adeptos, desde pessoas comuns até esportistas famosos que dependem de uma dieta rigorosa para manterem o alto nível de rendimento em competições. A atleta norte-americana Vênus Willians, campeã de diversos torneios de tênis, se tornou vegan em 2012, após sofrer alguns problemas de saúde que quase a impediram de continuar como profissional no tênis. O fato levou a irmã de Vênus, a Serena Willians, também a aderir ao veganismo. Atleta de alto rendimento no futebol americano e jogando tão bem quanto quando tinha 25 anos, Tom Brady – mais conhecido no Brasil por ser marido de Gisele Bundchen – também é adepto do veganismo por partes do ano, um dos fatores que lhe ajudou ser competitivo mesmo aos 39 anos de idade.

Situação parecida com o ex-corredor e medalhista olímpico Carl Lewis, conterrâneo de Vênus, e que desde os anos 90 se tornou adepto ao estilo de vida. E o veganismo também está em outros esportes tradicionais, como é o caso de Daniel Negreanu. Um do maiores jogadores de pôquer da atualidade é um vegano que defende a causa. Ele conta que tinha uma alimentação ruim, e nada balanceada, e que trazia muitos problemas na rotina de jogador. Aderindo a nova dieta e estilo de vida isso desapareceu. “Eu me tornei vegano em 2006, quando comecei a ter sérios problemas de saúde por conta de alimentação. Eu li bastante online e agora sei o que posso comer”, conta o atleta em entrevista

Aproveitando a história de Negreanu, vamos pegar uma dica de receita com ele, já que na entrevista ele conta um prato específico que pode ser essencial para os veganos.


 https://cdn.camaleao.org/2016/01/queijo-vegetariano-de-castanha-de-caju-cream-cheese-sem-lactose-sem-leite-sem-ovos-vegetarianismo.jpg?x89773



Cream Cheese vegano de Castanha de Caju

Conseguindo trocar o leite pela castanha de caju, é possível cozinhar um Cream Cheese vegano e que pode acompanhar qualquer outra receita, é um complemento ideal para comer na torrada, no pão, ou até mesmo misturando no arroz, feijão ou em uma lasanha de berinjela, outro prato famoso para quem é vegano. Em algumas situações, é comum pensar que a dieta impede diversos pratos, no entanto não é bem assim. O veganismo fornece várias alternativas, inclusive um Cream Cheese delicioso e mais natural.

Vamos a receita:

Ingredientes:
1 xícara e ½ de chá de castanha de caju crua e sem sal
4 colheres de chá de suco de limão
 1 colher e 1/2 de chá de levedo de cerveja (também conhecido como levedura de cerveja)
1 colher de chá de sal
100 ml de água
 Modo de preparo:

A primeira etapa é deixar a castanha de caju crua e sem sal de molho na água em temperatura normal por cerca de 4 horas, ou mais. Reserve.

Após o período de espera, escorra a água das castanhas e lave-as em água corrente.

Depois, coloque todos os ingredientes em um liquidificador e adicione os 100 ml de água. Bata e fique de olho até ficar bem cremoso e homogêneo.

Experimente e ajuste os temperos, se achar necessário. Transfira para um pote com tampa e conserve na geladeira.


Essa receita rende 2 xícaras de cream cheese. E costuma durar no máximo de 3 a 4 dias na geladeira.







Fonte: https://www.portalveganismo.com.br/receitas/queijo-vegetariano-de-castanha-de-caju-cream-cheese/




Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...